PT Alesp


Notícias

28/03/2018

BANCADA ESTADUAL DO PT EMITE NOTA EM REPÚDIO ÀS AFIRMAÇÕES DE GERALDO ALCKMIN

Crédito:


"As agressões contra a Caravana de Lula vêm sendo construídas há algum tempo por grupos de extrema-direita, que desconsideram a democracia como um bem de toda a população brasileira.

O avanço da violência política e de atos fascistas deveria ser reprovado por todos os democratas. Porém, para alguns, é preferível tomar posição oportunista e responsabilizar as vítimas pela violência sofrida.

As declarações do governador Geraldo Alckmin sobre o atentado à bala contra a caravana de Lula são uma demonstração de que o ódio cega e se propaga como um rastro de pólvora. Sentimento que faz até santo renegar princípios cristãos básicos, como a defesa da vida, da solidariedade e do respeito ao semelhante.

Alckmin, ao invés de condenar a violência praticada contra Lula, preferiu dizer que “o PT está colhendo o que plantou”. Consente assim o gesto dos agressores, justificando seus atos e a barbárie perpetrada por eles.

Alckmin reproduz a mesma tática e a mentalidade daqueles que procuraram, por meio de fake news, disseminar informações falsas para reorientar o sentido da morte da vereadora carioca Marielle Franco, vítima também de crime político praticado por agressores semelhantes aos que atacaram a caravana.

A Caravana de Lula tem corrido o país com a intenção de ouvir as aspirações e necessidades das populações de todos os cantos do território nacional. Construir com o povo um projeto para o futuro do país. Milhares de pessoas têm participado de atos pacíficos, que expressam o enorme carinho do povo pelo líder petista. São cenas impressionantes que mostram como Lula colhe o que plantou: o amor do povo brasileiro. Isso incomoda muita gente.

Por isso, a bancada estadual do PT repudia veementemente o conteúdo do pronunciamento de Geraldo Alckmin, que nada mais faz do que dar vida e força a atos de intolerância, estimular o ódio e colocar em risco a convivência democrática. A afirmação do governador não é apenas uma frase infeliz. Ela é inaceitável, pois mobiliza instintos agressivos, banaliza a violência, criminaliza a política e legitima o fascismo."

Deputadas e deputados da bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo


 Tags

 Versão de impressão Enviar para amigo