PT Alesp


Notícias

01/11/2017

Promessa de Tucano

Turma de Alckmin faz promessa para MTST. Petistas estão de olho no desfecho dessa história

Crédito:

Após caminhada de 23 km, MTST realiza negociação demorada com representantes do governo Alckmin. Deputados do PT estiveram presentes no encontro.

Na tarde desta terça (31), uma caminhada de 23 km foi realizada pelo MTST - Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto com o objetivo de chegar no Palácio do Governo. O trajeto da marcha teve como ponto de partida, a Ocupação Povo Sem Medo, em São Bernardo do Campo que há quase 2 meses tem mais de 8 mil famílias acampadas. Participaram da marcha, mais de 100 mil pessoas.

Segundo o coordenador do movimento, Guilherme Boulos, sem dúvida, essa foi a maior manifestação realizada nos últimos 10 anos, pelo MTST.

Após chegarem no Palácio do Governo, o movimento, acompanhado de parlamentares e apoiadores, solicitou que Alckmin os recebesse, mas logo foram informados que apenas representantes do tucano estariam no encontro: Rodrigo Garcia, secretário de habitação e Samuel Moreira, Chefe da Casa Civil.

Representando o Partido dos Trabalhadores, estiveram presentes Alencar Santana Braga, Carlos Neder, José Américo, Márcia Lia, Enio Tatto e João Paulo Rillo. Carlos Gianazzi representou o PSOL.

Embora a negociação tenha sido dura e tenha durado quase 3 exaustivas horas, os deputados petistas não ficaram satisfeitos com os resultados. Eles esperavam maior comprometimento e sensibilidade por parte do governo. Uma reunião ficou agendada para o próximo 10 de novembro, data em que o governo informou que respostas quanto à realização de um cadastro das pessoas que estão na Ocupação em São Bernardo do Campo, outra promessa, foi apresentar uma solução que busque encontrar terrenos sem função social para as pessoas serem contemplados com moradia digna, uma alternativa para evitar uma reintegração de posse violenta no terreno no ABC paulista, também foi uma demanda levantada pelo movimento.

Os petistas também cobraram que a prefeitura de Orlando Morando (PSDB), de São Bernardo do Campo, que mude sua postura e pare de se omitir aos problemas relacionados com políticas de habitação na cidade. Morando não pode se omitir mais. O prefeito tem a obrigação de buscar por áreas na cidade que possam se tornar moradias para os sem-teto.

Um fato é verdadeiro: a pressão e a luta organizada do MTST podem fazer com que Alckmin e sua equipe de executivos se sintam obrigados a encontrar soluções para a ausência de políticas justas de moradia. Contudo, o time de deputadas e deputados do PT na Alesp continuarão, como sempre, acompanhando e apoiando o MTST e outros movimentos sociais que buscam direitos garantidos constitucionalmente. No próximo dia 10, eles estarão junto com o movimento no novo encontro no Palácio do Governo.


 Tags

 Versão de impressão Enviar para amigo