PT Alesp


Notícias

20/06/2017

ATENÇÃO À SAÚDE

Comissão de Saúde recebe estudantes que lutam pela manutenção dos Hospitais Universitários

Crédito: Marina Moura
No início de junho, 350 estudantes da Saúde foram à Alesp pela manutenção do Hospital São Paulo
Durante reunião da Comissão de Saúde na tarde de hoje (20), o estudante da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Arthur Sapia, representando as graduações em Saúde da instituição, falou que o conselho gestor do Hospital São Paulo oficializou redução do número de leitos da unidade de 740 para cerca de 360. Antes, o hospital contava com enfermarias por especialidades, agora não se sabe como vai ficar.

Arthur leu o documento que foi entregue aos deputados da Assembleia Legislativa de SP, em pedido de apoio ao hospital. O texto rememorava o dia 8 de junho, quando mais de 350 alunos realizaram um ato, caminhando até Alesp para conscientizar a população sobre a crise que atingiu o hospital São Paulo.

No documento os alunos solicitam audiência pública com o presidente da república e governador de SP. Em assembleia realizada na última semana, os estudantes da Unifesp decidiram se unir a outras universidades em crise para construção de um movimento em conjunto em defesa dos hospitais universitários, com previsão de manifestações maiores.

O grupo também solicitou à Assembleia que os mantivessem informados sobre os encaminhamentos do pedido de audiência. Também querem saber quais medidas podem ser tomadas, no âmbito da Alesp, em caráter emergencial, para garantir a continuidade dos serviços de saúde do Hospital São Paulo.

DEPUTADO CARLOS NEDER EM RESPOSTA AOS ESTUDANTES

Em resposta aos estudantes da Unifesp, em prol das universidades públicas, o deputado Carlos Neder falou da importância de dialogar com o Governo do Estado sobre a possibilidade de repassar recursos aos Hospitais Universitários.

Especificamente sobre o Hospital São Paulo, o deputado explicou:

“Como se trata de um hospital terciário, ali são feitos procedimentos onerosos que ficam aquém do que é o repasse. No plano estadual é importante abrirmos diálogo com o governador, uma vez que o hospital é contratualizado pela Secretaria de Estado da Saúde e boa parte dos atendimentos é feito a munícipes de São Paulo. A ideia de conversarmos com o governador e secretário da Saúde é ver se há alguma maneira de envolvermos recursos do município”.

FISCALIZAÇÃO DE HOSPITAIS

O deputado estadual Marcos Martins, do PT, também membro da Comissão de Saúde, e por meio dela, foi visitar o Hospital Regional de Osasco. O próximo a ser visitado pela comissão é o do município de Carapicuíba.



 Tags

 Versão de impressão Enviar para amigo

Leia mais