PT Alesp


Notícias

01/02/2017

Cortes de Alckmin

Alckmin corta R$ 5 bi em investimentos

Crédito:
Alckmin já congelou R$ 1,2 bilhão em investimentos este ano
O governo Geraldo Alckmin investiu em São Paulo 34% a menos do que o previsto para 2016. De acordo com relatório divulgado pela Secretaria Estadual da Fazenda, dos R$ 12,5 bilhões planejados em obras e programas para o ano passado, somente R$ 8,25 bilhões foram aplicados em todo o Estado, o menor volume de recursos desde 2008.

A redução dos gastos também afetou as áreas sociais, como educação e saúde, que tiveram uma contenção média de 5% das despesas, mais de R$ 2 bilhões se somadas.

Para este ano, Alckmin já congelou R$ 1,2 bilhão em investimentos, 9% dos cerca de R$ 13 bilhões que o governo projetou gastar no orçamento que foi aprovado em dezembro pela Assembleia Legislativa de São Paulo.

O volume de investimentos feitos no ano passado foi 11,7% menor do que em 2015 – R$ 9,34 bilhões – e 44,5% abaixo do realizado em 2014 – R$ 14,86 bilhões –, em valores corridos pela inflação (IPCA).

O governo justifica afirmando que embora a crise econômica já tivesse atingido São Paulo no período, foi em 2016 que ela mais comprometeu a receita estadual, com uma queda de 7,7% na arrecadação. Na prática, deixaram de entrar R$ 15 bilhões nos cofres do Estado.

A Bancada aponta que, mesmo antes da retração na economia, o governo do PSDB em São Paulo sempre optou por baixo investimentos, com a não execução do orçamento aprovado pelos deputados estaduais, além da falta de incentivo e apoio ao fomento da economia do Estado de maneira mais pungente e programática, com foco ao desenvolvimento regional de acordo com a vocação local.




 Tags

 Versão de impressão Enviar para amigo

Leia mais