PT Alesp


Notícias

19/12/2016

Contas do Governador

Bancada do PT quer discutir contas do governador mais minuciosamente

Crédito: Kátia Passos
Bancada petista durante análise das contas de Alckmin do exercício de 2015
A Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia Legislativa paulista iniciou na tarde de hoje (19) análise das contas do governador tucano Geraldo Alckmin referentes ao exercício de 2015. No momento, a análise está em obstrução.

Os números apontam para queda em investimentos em Educação, Saúde, Habitação e outros e mostra que o governo do tucano se antecipou ao desmonte dos direitos sociais e dos trabalhadores agora colocados em prática pelo governo golpista de Michel Temer.

Durante a reunião, que segue em curso, diversos embates têm ocorrido, pois a bancada do Partido dos Trabalhadores, além de querer analisar os dados mais minuciosamente, focando sobretudo nos que se referem a arrocho salarial dos trabalhadores e supressão dos direitos sociais, possui outras reivindicações “importantes para a Bancada e para a sociedade”, segundo as palavras do líder da Bancada do PT na alesp, deputado José Zico Prado.

Parlamentares petistas também reivindicam orçamento impositivo e reajuste diferenciado para defensores públicos do Estado

- Orçamento impositivo
Dá autonomia a deputados destinarem recursos aos municípios e garante que verbas alcancem os objetivos almejados;

- Reajustes diferenciados para funcionários da Defensoria

Para a Bancada, o salário dos defensores públicos do Estado não condizem com seu trabalho e responsabilidades. “Ganham uma miséria”, critica o líder.
A Bancada é a favor de aprovar reajuste aos defensores, em acordo com Projeto de Lei já existente, que apoia o benefício.

Marina Moura



 Tags

 Versão de impressão Enviar para amigo