PT Alesp


Notícias

06/12/2016

CPI DA MÁFIA DA MERENDA

Governistas querem enterrar a CPI da Máfia da Merenda nesta quarta

Crédito:
Bancada Governista que enterrar CPI da Máfia da Merenda
A maioria dos integrantes da CPI da Máfia da Merenda, deputados apoiadores do governador Geraldo Alckmin, pretendem enterrar a CPI na próxima reunião, na quarta- feira (7), conforme aponta a convocação da reunião publicada em Diário Oficial, sem nenhuma oitiva e menção aos 45 requerimentos que constaram da pauta na sessão passada e foram alvo de obstrução da bancada governista.

Os trabalhos da CPI da Máfia da Merenda tinham sidos prorrogados por 30 dias e o único integrante da oposição, deputado Alencar Santana Braga, protocolou a prorrogação das atividades, para garantir que a CPI cumprisse as metas estabelecidas no plano de trabalho apresentado pelo relator Estevam Galvão (DEM).

Vale ressaltar que o término abrupto da CPI deixará na obscuridade algumas questões como a suspeita de obstrução às investigações pelo secretário geral da Assembleia, Alexandre Zakir, que teria sugerido versão de depoimentos de Jéter Rodrigues e Merivaldo dos Santos, ambos ex- funcionários do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Fernando Capez, mencionado na investigação Alba Branca como um dos beneficiários da propina do esquema da Cooperativa Orgânica Agrícola familiar (COAF), que atuou na fraude das licitações da Secretaria Estadual da Educação.

Esta questão apontou para os deputados membros da CPI existência de conflitos entre os depoimentos de Jéter e Merivaldo, o que levou ao próprio presidente da CPI, deputado Marcos Zerbini, assumir a necessidade de acareação e aprovação da medida, que agora está sendo ignorada.

Há também na pauta dos requerimentos a convocação de Vanessa Mascaro Paciello, proprietária do escritório de advocacia que elaborou os contratos da COAF com o lobista Marcel Julio na negociação da propina e até então não foi ouvida em nenhuma instância investigativa- Operação Alba Branca, Ministério Público, Procuradoria e CPI.

Rosário Méndez




 Tags

 Versão de impressão Enviar para amigo