PT Alesp


Notícias

14/08/2018

EDUCAÇÃO

Estudantes e entidades da Educação pedem mais verbas na LDO 2019

Crédito:
Sucateamento é a palavra que mais se ouve quando acontece agenda que reúna estudantes, sindicatos e associações que lutam por ensino superior de graça e de qualidade.

Na manhã desta terça-feira (14), não foi diferente. Além de trazer denúncia do sucateamento das universidades públicas estaduais, dos repasses que não chegam ou chegam pela metade, dos pacotes de demissão de professores, e muito mais, estudantes e entidades ligadas ao Fórum das Seis (união de seis entidades da Educação) vieram cobrar compromisso de maior repasse às universidades, à Fatec e ao Centro Paula Souza. Eles querem que isso esteja previsto na próxima lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2019).

"Não houve nenhum aumento na dotação orçamentária desde 1995 e dobrou o número de alunos. O Governo do Estado quer votos, mas se recusa a fornecer às universidades as condições que precisam, disse João Chaves, do Fórum das Seis, durante abertura do debate.

DCE DA USP
Bianca, do DCE da USP, falou da demissão voluntária de professores da universidade. Disse que na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA), 74 professores foram demitidos, o pior caso. Fora isso, creches do local foram fechadas e pesquisas estão sendo prejudicadas com o corte de bolsas.

DCE FATEC
Na Fatec, segundo Bianca Aragão, do DCE da instituição, não é diferente. Ela falou das estruturas precárias dos 72 campus espalhados pelo Estado, frisando que no caso da Fatec Guarulhos ocorreu até ordem de despejo, obrigando alunos a saírem do local. Ela reclamou também da falta de políticas públicas para permanência estudantil diante dos altos índices de evasão.

As universidades públicas paulistas e o Centro Paula Souza pedem socorro. O Fórum da Seis, do qual faz parte diversas entidades da Educação, assim como alunos do ensino superior público, estão agora na Assembleia Legislativa para sensibilizar os deputados estaduais a prever mais verbas a essas instituições na Lei de Diretrizes Orçamentárias 2019, que segue parada na Casa por conta de disputas políticas.

A agenda teve realização do deputado petista Carlos Neder, coordenador da Frente Parlamentare em Defesa das Universidades de Pesquisa e da Frente Parlamentar em Defesa dos Institutos de Pesquisa.


 Tags

 Versão de impressão Enviar para amigo