PT Alesp


Notícias

08/03/2018

CENA POLÍTICA – QUINTA-FEIRA (8/3)

Crédito:
*Flores, não. Respeito*
“Não bastam homenagens e flores. Não queremos isso. Queremos políticas públicas e garantia de direitos.” *Beth Sahão* disse, na tribuna da Alesp, que a simples participação das mulheres nas diversas áreas sociais não adianta. “Queremos estar nos espaços de decisão”, disse. A deputada destacou que as mulheres são particularmente penalizadas pela ausência de políticas de saúde e de educação. Já, no mundo do trabalho, são alvo de preconceitos e discriminação, refletidos nos salários mais baixos e subordinação a precárias condições de trabalho.

*Violência contra a mulher cresce*
*Beth Sahão* também publicou artigo neste Dia Internacional da Mulher alertando para o aumento da violência contra as mulheres. Os dados são estarrecedores: 1 estupro a cada 11 minutos, 1 mulher assassinada a cada 2 horas, 503 mulheres vítimas de agressão a cada hora e 5 espancamentos a cada 2 minutos. A Secretaria de Segurança Pública mostra que, em 2007, houve 3.223 casos de estupro em todo o Estado de São Paulo, média de 268 ao mês. Em 2017, as notificações chegaram a 11.089 casos, ou seja, uma média de 924 por mês, aumento 250%. As cidades do interior paulista concentram mais de 60% das ocorrências.
Confira na íntegra: https://goo.gl/YEVsRB

*Mulheres, na linha de frente*
A deputada *Márcia Lia* também chamou a atenção para a importância das manifestações deste 8 de março. “As mulheres estão na linha de frente do enfrentamento ao golpe. Exigem a volta da soberania e o respeito à democracia”, disse a parlamentar. Confira artigo "As mulheres e o poder", escrito pela deputada: https://goo.gl/ndDtff

*União na luta*
O recado da deputada *Ana do Carmo* para este Dia Internacional das Mulheres é a necessidade de união. Depois de tantas perdas de direitos nos últimos dois anos, é necessário estarmos unidas para lutar pelo pouco que havíamos conquistado e para avançar nas novas conquistas.

*Por que política para as mulheres?*
O deputado *Luiz Turco* promove audiência pública na Assembleia Legislativa, no dia 22 de março, a partir das 18h, para discutir o tema: "Por que política para as mulheres?" Foram convidadas Eleonora Menicucci, ex-ministra de Políticas para Mulheres do Governo Dilma Rousseff; Silmara Conchão, ex-secretária de Política Para as Mulheres de Santo André, Tamires Gomes Sampaio, do Instituto Lula; e Ana Perugini, deputada federal pelo PT/SP.


 Tags

 Versão de impressão Enviar para amigo